Fotos: Felipe Santos/Ceará SC

Principal jogador e goleador do Ceará na atual temporada, Mendoza novamente não deve enfrentar o Fortaleza, no Clássico-Rei desta quarta-feira, às 20h, pelas Oitavas de Final da Copa do Brasil.

O colombiano está com uma lesão muscular na coxa esquerda, quando saiu ainda no 1º tempo no empate por 0x0 contra o Atlético/MG, na semana passada, não atuou diante do Cuiabá no último sábado, e nem participou das duas atividades com o elenco nessa segunda e terça-feira.

Assim, o colombiano não deve estar relacionado para o duelo contra o Fortaleza, o que já aconteceu no último Clássico-Rei, pela 3ª rodada do Brasileirão, quando o Ceará ganhou por 1×0. Naquela ocasião, Mendoza estava suspenso.

Naquele jogo, Vina acabou fazendo a função, em boa parte, caindo pelo lado esquerdo, com Erick pelo lado direito e Cléber de centroavante.

Assim, sem o camisa 10 alvinegro, Marquinhos Santos pode apostar em um jogador, que há bem pouco tempo estava entre os titulares e jogando bem: Lima. Mas o atacante acabou se lesionando. No duelo contra o Cuiabá, no empate por 0x0, sábado passado, entrou no 2º tempo, mas parecia ainda estar sem ritmo de jogo.

A baixa produção de Erick nos últimos jogos, assim como a de Iury Castilho e com Dentinho voltando agora aos treinos, depois de um longo período de recuperação e recondicionamento físico, dão pistas para que Lima seja o escolhido para substituir Mendoza.

Aliás, na era Dorival Júnior, Lima chegou a atuar até como meio-campista, fazendo o elo de transição para o ataque, o que aumenta ainda mais as chances do camisa 45 atuar no Clássico.

Por isso, é possível acreditar num ataque formado por Vina, Cléber e Lima. Com os 3 volantes no meio: Rodrigo Lindoso, Richardson e Richard. Em todo caso, Marquinhos Santos comandou 2 atividades sem a presença da imprensa e a escalação só será revelada momentos antes do início do Clássico.