Zagueiro Lucas Ribeiro na sala de embarque do Aeroporto cearense. Fotos: Israel Simonton/CSC

O elenco do Ceará viajou no início da tarde desta quinta-feira, 05, a Maceió, para enfrentar o CRB, amanhã, às 21h30, no Rei Pelé, pela 31ª Rodada da Série B do Brasileiro.

A delegação alvinegra, contudo, optou por embarcar por um portão alternativo do Aeroporto Internacional Pinto Martins para evitar possíveis protestos dos torcedores, que no último jogo contra o Atlético/GO, no Castelão, protestaram sem violência, mas com muita cobrança aos jogadores e à diretoria.

O Ceará está em 11º lugar com 42 pontos e só nutre escassas chances matemáticas para um improvável acesso. Diretoria, comissão técnica e até os jogadores já concordam que o sonho do acesso é praticamente impossível.

Na manhã desta quinta-feira, os atletas fizeram o treino apronto no Estádio Carlos de Alencar Pinto. o Técnico Vagner Mancini organizou um trabalho focado na movimentação ofensiva e ajustando detalhes na fase defensiva da equipe. A parte final da prática contou com o tradicional rachão e alguns atletas realizando um trabalho de finalizações.

Sem a divulgação dos relacionados e sem poder ter acompanhado o embarque, não é possível saber qual equipe irá a campo para enfrentar o CRB. Uma coisa é certa, o Ceará vive uma enorme turbulência dentro e fora de campo.

O planejamento para 2024 já foi iniciado, mas ainda sem anúncio, tanto que alguns jogadores não fazem mais parte do elenco e toda a diretoria entregou o cargo à espera pelas mudanças do presidente João Paulo Silva.