A chegada de Geraldo Luciano há uma semana para comandar o setor administrativo do Fortaleza foi o primeiro passo do Presidente Marcelo Paz para acalmar os ânimos entre conselheiros, dirigentes, ex-dirigentes, sócios e torcedores.

Nesta quarta-feira, 10, o mandatário leonino deu outro passo e dessa vez deve amenizar ainda mais a pressão nos descontentes. A mudança na diretoria de futebol com a saída de Daniel de Paula Pessoa e a chegada de Alex Santiago é para trazer um pouco mais de paz (desculpem-me o trocadilho) na condução da atual gestão leonina.

Em dezembro, vai acontecer as eleições para Diretoria Executiva (Marcelo Paz é o presidente da Diretoria Executiva) e também para o Conselho Deliberativo, e a turbulência, que o futebol trouxe, desde a saída de Rogério Ceni e o sofrimento até a última rodada para permanecer na Série A causaram irritação naqueles que já pretendiam ou pretendem lutar por espaço no pleito do final do ano.

Mas é bom destacar que Daniel de Paula Pessoa não deixa o clube. Vai seguir como assessor da presidência. Querido por muitos, bem relacionado e com experiência de sobra em alguns setores dentro do clube, o ex-diretor acabou se tornando o alvo da reformulação, que o presidente Marcelo Paz havia prometido. “Aquele ciclo vitorioso acabou”, disse Paz, ao final do Brasileirão, que ainda tentou segurar Daniel, em gratidão e em respeito aos títulos conquistados desde 2018, mas a pressão foi maior.

“Sou muito grato ao Daniel, o diretor de futebol mais vitorioso da história do clube, um amigo leal, tricolor de longas datas e que vai ficar ao meu lado como assessor para os diversos assuntos, ele é advogado e pode colaborar muito”, declarou Paz ao site oficial do Fortaleza.

 Por outro lado, Alex Santiago, que estava justamente na assessoria da presidência, é amigo de Marcelo Paz e não possui experiência no cargo. O novo diretor chega para renovar o setor com outras ideias e novas posturas. O objetivo é impulsionar o futebol dentro e fora das quatro linhas. A formação em cursos internacionais e o conhecimento de outros idiomas vão ajudar o novo gestor.

“O Alex é um homem extremamente inteligente, conhece bastante de futebol e tem formação nisso, com uma capacidade grande de comunicação e de agregar pessoas. Convivo com ele desde 2018 e já mostrou as qualidades dele como tricolor, como profissional, fala vários idiomas, e que pode inclusive expandir para o Fortaleza em situações internacionais”, disse o presidente leonino ao site do clube.

E Santiago já deve começar com dois grandes desafios. Anunciar a contratação do lateral/meia Yago Picachu, ex-Vasco que faltam pequenos detalhes para assinar contrato, e a chegada de um novo zagueiro. Titi, ex-Bahia, já recebeu proposta e o clube leonino também espera fechar.

📸 Daniel de Paula Pessoa, Marcelo Paz e Sérgio Papelim – Arquivo Pessoal

📸 Alex Santiago – Arquivo Pessoal