Teve pênalti mal marcado, gol anulado, virada, tabu quebrado, herói no segundo tempo e uma vitória suada conquistada no último minuto da partida. A estreia do Fortaleza na Série A do Brasileiro vai ficar guardada na memória por um bom tempo para os tricolores.

Neste domingo, diante do melhor time da Fase de Grupos da Libertadores, de um dos mais caros elencos do Brasil, a equipe do técnico Juan Pablo Vojvoda jogou uma bela partida, principalmente no segundo tempo, e superou o Atlético por 2×1, com dois gols de Yago Pikachu.

O Fortaleza foi campo num esquema com 3 zagueiros. Tinga fez o terceiro defensor. Com Éderson e Daniel Guedes à frente, mais dois meias, Lucas Crispim e Matheus Vargas, e dois atacantes: Wellington Paulista e Robson, os tricolores fizeram um primeiro tempo bem equilibrado.

Apesar da intensidade, mas sem velocidade, os dois times criaram oportunidades, o Fortaleza com Robson e Felipe, e o Galo com Hulk e Allan. No entanto, o que mudou a partida foi o pênalti inventado pelo árbitro Caio Max, do Rio Grande do Norte. O Potiguar viu empurrão de Titi no atacante Hulk. Na cobrança, o atleticano abriu o placar.

Na segunda etapa, parecia outro jogo. Pikachu entrou no lugar de Daniel Guedes e o Fortaleza mudou o panorama da partida. Mais incisivo, marcando em cima, não dando espaço para o adversário e com uma transição rápida, o time leonino criou as melhores chances e havia até aberto o placar com 11 minutos, mas o assistente marcou impedimento.

Mas não demorou muito e o gol apareceu 3 minutos. Bela jogada de Matheus Vargas. Ele tocou para Robson, que deu a assistência para Pikachu chutar forte sem chances para Everson e empatou a partida.

O Galo sentiu o gol e nem o elenco de estrelas conseguiu ajudar. O Fortaleza seguiu melhor e teve chances de virar com Tinga e Éderson. Já nos acréscimos, Tinga ainda salvou o segundo dos mineiros, ao intervir um chute de Vargas. No entanto, no último minuto, num contra-ataque rápido, Pickachu fez o segundo dele e do Tricolor para garantir a primeira vitória leonina em estreias no Brasileirão.

Resultado justo e merecedor a uma equipe que jogou de igual pra igual na primeira etapa e no segundo tempo foi bem melhor. Agora, o Fortaleza tem de mudar a chave e pensar na Copa do Brasil. Na quarta-feira, 19h, no Castelão, faz o Clássico-Rei diante do Ceara.

📸 Leonardo Moreira/FEC