O primeiro encontro visando a volta do torcedor aos estádios de futebol no Estado do Ceará aconteceu nesta tarde de terça-feira, 21. Na semana passada, o Governador Camilo Santana autorizou a realização de um evento teste no Castelão com a presença de público no limite de 10% da capacidade da Arena (cerca de 6 mil pessoas).

Na reunião, representantes da Secretaria de Saúde do Estado, do Ministério Público Federal, do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Ministério Público Estadual), da Secretaria de Esporte e Juventude do Estado, do Ceará Sporting Club, do Fortaleza Esporte Clube, do Ferroviário Atlético Clube e da APCDEC (Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará) debateram sobre o tema. Mas como já era esperado, nada foi concretizado.

No entanto, os clubes afirmaram que neste primeiro momento de retorno do torcedor, a prioridade para acesso ao Estádio será de sócios torcedores vacinados (com as 2 doses ou dose única). A ideia inicial das autoridades, em acordo com os dirigentes de Ceará, Fortaleza e Ferroviário, é para que todos os setores da Arena Castelão sejam abertos com o limite de 10% da capacidade. Além disso, todo o entorno do Estádio estará isolado e interditado.

No encontro, os representantes de Ceará e Fortaleza expuseram os trabalhos feitos por outros clubes em jogos já realizados, como no caso de Flamengo x Defensa y Justicia e Atlético/MG x River Plate, ambos pela Libertadores, para que sejam evitados os erros cometidos e copiar as ações de sucesso.

Haverá outros encontros (datas não foram definidas) com os mesmos integrantes da reunião realizada nesta terça-feira, até decidirem qual jogo será indicado para o evento teste e para definirem os protocolos sanitários de segurança.

Vale lembrar que na próxima semana, dia 28, está marcada uma reunião do Conselho Técnico da Série A do Brasileiro com a CBF para definir se os clubes aprovam o retorno do público em todos os jogos da Competição.

📸 Reprodução/Facebook