Sabe aquela conversa de que Estadual não vale nada? Pois é. Quer saber mesmo se não vale nada? Pois experimenta ser torcedor de Fortaleza ou Ceará e inventa de perder a Final deste domingo, às 17h, na Arena Castelão?!

De um lado, o atual bicampeão, invicto no campeonato, com um treinador (estrangeiro e argentino) que está encantando a todos com um futebol pra frente.

Do outro, o time que tem 45 títulos, que não vence a competição desde 201, mas que mostrou um elenco forte para suportar 3 competições simultaneamente e jogando às vezes dois dias em sequência.

Para completar, some-se a isso uma rivalidade centenária, a disputa para saber quem é o melhor do Estado, o primeiro (ou único) a levantar uma taça em 2021 e ainda o terceiro duelo de 7 que haverá nesta temporada.

Tricolores e Alvinegros se enfrentam com o sangue nos olhos para saírem de campo com a vitória. Para o Fortaleza, por ter feito a melhor campanha, basta um empate para conquistar o Tri. Enquanto para o Ceará é vencer ou vencer.

Sem desfalques, Juan Pablo Vojvoda vai levar a campo o que tem de melhor no elenco leonino em busca de quebrar um tabu, que já dura mais de 50 anos. Desde 1968 não há um campeão cearense invicto. Enquanto o técnico Guto Ferreira só não poderá contar com o atacante Steven Mendoza, suspenso pelo STJD, mas em compensação deve utilizar a equipe que é líder e invicta na Copa Sul-Americana e assim tentar levantar seu segundo troféu no comando do Vovô.

O que se espera é o de sempre: Clássico-Rei pegado, decidido nos detalhes, com gols e depois muita festa para o vencedor. Que o futebol bem jogado prevaleça dentro de campo. E o melhor possa levantar a Taça de Campeão Cearense 2021.