Em reunião realizada nessa quarta-feira, 25, a diretoria do Conselho Deliberativo do Ceará analisou uma consulta feita a pedido da Diretoria Executiva do clube para o atual presidente Robinson de Castro poder concorrer a mais um mandato à frente da instituição alvinegra. A eleição está programada para acontecer em dezembro deste ano.

O parecer dos conselheiros foi positivo. Com o sinal verde, Robinson tem tudo para seguir à frente do Ceará por mais 3 anos. O atual mandatário alvinegro foi eleito a primeira vez em 2015, após assumir o lugar de Evandro Leitão, atualmente, presidente do Conselho Deliberativo.

A consulta feita por dirigentes da executiva encerra a enorme especulação sobre os possíveis sucessores de Robinson de Castro. Uma ala de conselheiros e dirigentes não enxergava ninguém ainda preparado para assumir o comando do clube e por isso já havia um movimento pedindo internamente para que Robinson continuasse.

Vale lembrar que o atual estatuto do Ceará só permite que o Presidente da Diretoria Executiva tenha 1 mandato, com a possiblidade de 1 reeleição. Robinson foi eleito em 2015 ainda no estatuto anterior e precisava apenas desse aval positivo do Conselho Deliberativo para poder concorrer a mais um pleito e continuar à frente do clube por mais 3 anos.

Considerado por muitos como o maior presidente história do Ceará, ao lado de Evandro Leitão, Robinson de Castro conquistou 2 estaduais, 1 Copa do Nordeste, 1 Campeonato Brasileiro de Aspirantes, a sequência inédita de 4 anos consecutivos na Série A do Brasileiro e elevou o clube a um padrão financeiro e administrativo jamais visto em mais de 100 anos de história da instituição alvinegra.

Além disso, reformulou e estruturou as categorias de base, onde conseguiu vários títulos estaduais e até um inédito Brasileiro, e revelou jovens promessas, que renderam milhões ao clube como: Felipe Jonatan, Arthur Cabral e Artur Victor. Se não bastasse, ainda contratou jogadores, que chegaram sob desconfiança, mas que renderam outros milhões ao clube como Everson, Richardson, Valdo, Saulo Mineiro, Sandro Manoel.

📸 Reprodução/Instagram