Como não poderia ser diferente, o treinador do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, estava abalado com a derrota para o Atlético/MG, no 1º jogo das semifinais da Copa do Brasil, no Mineirão, na noite dessa quarta-feira. O 4×0 foi a pior derrota do treinador leonino sob o seu comando e o placar mais elástico sofrido pelo time tricolor na temporada.

“Eu considero que os dois primeiros gols foram muito perto um do outro. O primeiro gol se inicia de uma falta, uma bola parada. A bola entra no ângulo, muito difícil. O segundo gol, também na bola parada. Nós teremos que corrigir isso e seguir trabalhando contra um adversário que conseguiu uma vantagem. Nós tivemos que lutar muito. Acho que o time não teve uma boa partida quanto a situações específicas, que nos fizeram perder o jogo”, avaliou.

Questionado sobre a escalação mais ofensiva (sem os 3 volantes, como aconteceu na vitória sobre o Fluminense no Maracanã) contra um poderoso adversário, fora de casa, Vojvoda reconheceu o erro.

“Quando o time perde, acredito que erro. Tenho que decidir. Podia ser com três volantes. Eu assumo a responsabilidade”, afirmou o técnico leonino, que depois falou sobre qual será os próximos passos.

“O primeiro que temos que fazer é descansar. Temos de nos preparar para a partida de sábado, contra o Athletico (paranaense) Esse é o nosso objetivo. O próximo jogo (contra o Galo) será na quarta-feira e vamos ter tempo de analisar os erros cometidos e nos planejar. Seguirei trabalhando e confiando em cada um dos meus atletas que compõe o Fortaleza”, concluiu.

Confira abaixo a entrevista coletiva na íntegra de Juan Pablo Vojvoda.

📸Pedro Sousa/Atlético/MG